segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Mais do mesmo...

Minha intensidade te cansa. Meu medo de perder os poucos minutos que tenho com você, por mais que estes durem todo o final de semana, é tão grande que acabo te prendendo. E ai você fala uma bobagem qualquer com aquela cara de quem tá de saco cheio de mim ou então dizendo que vai pra balada a procura de outros "eus", e eu fecho a cara e a vontade de te deixar ali, chorando por minha causa, cresce. Mas ai, em menos de 10 segundos, você me abraça e fala as coisas mais bonitas e mais clichês possíveis. E eu amo isso. Você sabe.
Você ri. Fala que eu sou uma chata quando eu começo a te apertar e te morder um pouquinho mais forte. E ri mais ainda da cara que eu faço quando você fala todas essas coisas.
A verdade é que eu sinto tanto a sua falta quando você não está por perto, que quando você está, eu quero te ter mais perto ainda. E quero ver você merecer isso. Merecer minha presença, minha companhia, meus beijos e minhas declarações de amor. E sabe o que é pior? Você merece... não 100% do tempo, mas 99%.
Quero você por perto. Quero aqueles beijos cada vez mais apaixonados e abraços mais apertados. Quero sua risada e você bravo quando seu time perde, ou quando ele ganha mas não fez muitos pontos no Cartola.
Quero mais 5 minutos antes de você ir embora. E mais 5. E mais 5. E mais 5.... até que não existam mais.
Quero você sem o seu passado. Quero o meu presente e o seu futuro. Durmir e acordar ao seu lado do mesmo jeito que tem sido nos últimos meses. Quero tudo. E talvez seja esse meu tudo que te faça rir e dizer que sou chata.
Minha intensidade te cansa e acaba me cansando também. Mas eu sei que você não trocaria essa minha intensidade por algo qualquer. E nem eu.

4 comentários:

  1. Delicia essas intimidades!

    Continue escrevendo.

    ResponderExcluir
  2. amar é mesmo muito intenso. e por isso, tão delicioso. =)

    beijos doces

    ResponderExcluir